[Entrevista] Tanker GT

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Entrevista] Tanker GT

Mensagem por PedroX em Dom 24 Ago 2014, 15:31

Gustavo Fazani, ou Tanker GT, 18 anos, é um membro do fórum conhecido por ganhar o "CQ#19 - Animais", uma edição do concurso quinzenal realizada na segunda metade de Julho. Seu jogo - À arca - foi o escolhido como ganhador pelos juízes e alguns membros.

Abaixo entrevistamos o ganhador:

Quais são seus hobbies?
Os principais são : filmes, livros e o Game Maker.

Falando em Game Maker, faz quanto tempo que você o usa?
3 anos.

É um bom tempo. Mas o que lhe motivou a querer criar jogos?
Desde criança gosto de criar histórias, mas não sei bem o porquê. Com o tempo, eu passei a inventar enredos para os jogos que eu jogava, por fim eu quis tentar criar um jogo próprio onde eu pudesse criar a história, personagens e inimigos, tanto que criação é minha área favorita.

Como descobriu o Game Maker e a GMBR?
Eu ficava pesquisando no Google sobre criação de jogos, então tentei criar jogos em vários programas, até descobrir o GM, que me interessou por ser relativamente simples e suficiente para o tipo de jogo que eu queria fazer. A princípio encontrei um fórum sobre jogos de GM do Sonic, e por meio desse encontrei a GMBR.

Por que você gosta de participar dos concursos?
Gosto de participar porque gosto de competir, principalmente quando tenho uma boa ideia e a história da corrida até a arca me agradou bastante.

O que você achou do CQ#19?
Visto que fiquei fora do fórum por longos períodos, esse foi o 1° CQ que eu acompanhei na íntegra. Achei ele bem organizado e divertido. Gostei do tema escolhido pois, apesar de não ser algo desafiador, é algo que permite a qualquer pessoa participar, deixando o CQ mais movimentado. Talvez o ideal fosse intercalar concursos com tema simples e desafiadores, de forma a agradar a todos. De qualquer forma, eu gostei porque um tema tão aberto a interpretações pode ser desafiador, afinal quem escolhe o tipo de jogo que vai desenvolver é o usuário, aliás, houve alguns bem complicados de serem feitos nessa edição.

Algum comentário sobre o resultado do concurso?
Ah, sim, claro que eu gostei rsrsrs, até imaginei uma classificação parecida com a final, mas não achei que o jogo do JoaoVanBlizzard fosse ficar em 6°, e pensei que o Thyago fosse vencer, aliás, se não fosse pela votação, a medalha de ouro seria dele e talvez eu ficasse em segundo.

Como você distribuiu seu tempo durante o concurso?
Eu não separei por dias, só fiz etapas. Primeiro, pensei em algo que fosse interessante e se adequasse ao tema. Depois, fiquei um tempo só pensando em como seria o jogo sem tocar no PC. Quando a ideia se consolidou, comecei a parte gráfica, até porque não imaginei que eu teria problemas com a mecânica, em contrapartida com os gráficos, que sempre me dão dor de cabeça. Então, fiz a mecânica, deixei os últimos dias para acrescentar coisas que eu achei que me renderiam pontos como a loja e finalmente coloquei os sons.

Teve grandes dificuldades durante o concurso? Quais?
O mais difícil foi ter a ideia, que demorou dois ou três dias para ser concebida. Como eu gostei bastante, acabei ficando motivado até o fim. Se eu não estivesse muito motivado, provavelmente pararia o projeto ainda no início, devido a minha falta de habilidade na parte gráfica. Por isso, eu sempre espero até achar um enredo e estilo de jogo que me agrade.

Qual foi seu procedimento adotado? Você o recomenda para outros membros?
A forma que eu fiz meu jogo não é muito recomendável. Como minha maior dificuldade é a parte gráfica, eu comecei por aí. Fiz alguns esboços simples do pinguim até sair um que eu achei aceitável. Então, como eu vi que seria capaz de fazer os desenhos, parti para a mecânica do jogo. Fiz primeiro a parte simples de movimentação e adaptei ao jogo. Depois fiz o objeto que seria parente de todos aqueles que retardariam o player e, logo após, os outros 3 pinguins. Com o básico pronto, parti para o papel e escrevi quais seriam os obstáculos e itens de cada fase e como seria cada background. Eu intercalava a parte dos códigos com os desenhos para variar um pouco. Terminando isso, eu criei os objetos e construí as fases. O level design na maior parte foi decidido enquanto eu montava as fases. Deixei o penúltimo dia para os sons.

Tem algum conselho para os membros que gostaria de participar mas não conseguem?
O conselho que eu dou é dar importância para a parte que vem antes de tudo, que é imaginar como vai ser o jogo, tentar criar na sua imaginação algo que você gostaria de jogar, se esforçar para fazer um enredo decente. A vontade de ver o jogo que você idealizou pronto vai te motivar a ir até o fim.

Algum comentário sobre o CQ?
Bom, é isso aí. Eu já elogiei várias vezes a organização do CQ. Não quero ficar parecendo um puxa-saco, mas realmente a forma com que o CQ foi conduzido foi ótima.

Uma única dica que eu tenho é que foi dado um tempo de uma semana para os vencedores atualizar seus jogos que serão divulgados, mas acabou que eu tentei melhorar meu jogo e acabei perdendo muito tempo do CQ-20. Seria melhor ter um tempo maior entre os CQs, ou os melhores jogos de todos os CQs serem divulgados juntos após um tempo.

Resumindo...
Eu quis participar do CQ porque gosto de competir. No início, eu não tinha nenhuma ideia do que fazer e não achava que tinha chance de vencer. Mesmo assim, tentei participar pela competição e pelo desafio. Acredito que muitos não participem por receio de perder, mas só o fato de participar e conseguir entregar algo a tempo já é bem gratificante.

PedroX

Ranking : Nota C
Número de Mensagens : 6034
Idade : 21
Data de inscrição : 26/07/2008
Notas recebidas : C+B
Reputação : 286
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0
Prêmios
   :
   :
   :

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum