Conectar-se
Quem está conectado
16 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 16 Visitantes

Nenhum

Ver toda a lista


Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Data de inscrição : 20/12/2010
Número de Mensagens : 424
Insígnias de JAM :

Insignia 1x 0 Insignia 2x 0 Insignia 3x 0
Reputação : 52

Prêmios
   : 0
   : 0
   : 0
Ver perfil do usuário

Polosam - apresentação

em Sex 16 Maio 2014, 21:56
Reputação da mensagem: 100% (1 votos)
Olá! Meu nome é Samuel, tenho 21 anos e moro no centro-sul do Ceará. Sou graduando em letras espanhol pela UFC, mas também arranho inglês e um deutsch meia boca.
 Não tenho experiência nenhuma em programação, só GML mesmo, e não tenho propósitos de carreira para o campo dos games. Programar, para mim, é simplesmente uma brincadeira que levo a sério, que sempre tive vontade de aplicar para fins educacionais com meus alunos (alunos de escola regular, não de informática.)
 Pego ônibus todo dia pra estagiar na cidade, uma cidade tão grande que a população está é diminuindo (-698 comparando dados de 1996 a 2013.)
 Bem, polosam é meu alter-ego, um personagem para descontrair mesmo. Como transpareço em meus comentários, tendo para demagogias (quero sempre estar em concordância com o grupo, receio defender causas que vão em oposição à maioria.) Gosto de brincar, mas sempre tendo cuidado para não ofender.
 O que mais tenho receio, dentro de foruns, é quando o assunto foge pro lado da religião. Não suporto ver pessoas chovendo no molhado, tentando convencer uns aos outros, todo mundo sai frustrado. Firmo posição como religioso, mas mantendo isso como assunto paralelo e incompatível com uma comunidade de jogos (felizmente, aqui há respeito.)
 Através do departamento musical da minha igreja, tive contato com três instrumentos: o sax reto, a flauta transversal e o violino, sendo este último a minha escolha final. Com meus conhecimentos de partitura, que adquiri na igreja, tenho liberdade com um programinha chamado anvil studio, onde transformo em MIDI o que invento com meu violino.
 Mesmo sendo declaradamente evangélico, não gosto nem um pouco de música gospel. Hino é hino, tem que ser forte que nem um hino nacional, é isso que valorizo como música religiosa, é algo sagrado que diz respeito a igreja. Meus gostos musicais tendem para os anos 80, época que não vivi mas tenho inveja de quem viveu. Sou fã principalmente do Tears for Fears, Pretenders, mas maiormente sou defensor das nossas músicas. Criticar as porcarias atuais faz parte da minha linha defensiva, sou partidário do bom gosto. Música brasileira pra mim é Fagner (o bebum da minha cidade), Marisa Monte, Skank... O pessoal que anda no meu ônibus pensa diferente, não falo com eles, mas eles chateiam por demais com seus celulares.
 Não sou antenado com tecnologia, sou um molecão que joga bola descalço e toma banho na chuva sem camisa (convenhamos, uma vez por ano.) Ando de bicleta enquanto meus amigos passam por mim de moto, subo em árvores e já levantei um moleque de 11 anos pela gola da camisa à causa de uma pedrada que ele dera numa avoante. Sorte dele que errou, aí eu peguei leve. Normalmente sou bem tranquilo, falo baixo, tenho amigos em todo tipo de inferno e nunca ganhei apelidos (nunca apelidei ninguém, e sempre fui aquele cara com quem o pessoal podia contar a qualquer hora.) O bicho pega quando eu vejo algum abuso com animais, aí o polosam fica p#to. Claro, como os fundos da minha casa dão pra mata fechada, uma serra, pra ser sincero, é comum todo tipo de bicho aparecer. Já entrou sagui no meu quarto, já pisei em jararaca no meio da sala, e nem vou falar das rãs bombadonas que entram no banheiro, tem caçote pra desgraça aqui na roça. Devo minha inteligência às minhas experiências quando criança, tive amigos excelentes. Estávamos unidos em um monte de projetos, andávamos 3 KM pelas roças em busca da "carnaúba perfeita", de onde tirávamos as talas pra fazer pipas enormes. Moleque da roça tem acesso a todo tipo de lâmina, hehe. Cansei de entrar na mata com uma foice pra cortar madeira de pereiro pra meu pai talhar um pião pra mim, ou então ia a turma toda pra cortar traves pro nosso campinho. Na escola, sempre tive o respeito dos professores e dos colegas, e só aprendi um monte de coisas extravagantes por causa dos foras que eu levava das meninas. Eu pensava assim: "poxa, podia ser pior. Meus pais podiam estar se separando, alguém podia ter morrido, mas é só uma paixonite de adolescência! É egoísmo meu sofrer por isso, eu vou é distrair minha mente. Vou aprender um monte de coisas e me tornar importante um dia, aí essa doida vai me olhar diferente."
 Dentro da comunidade, minha meta é ser colaborador ou avaliador, mas sobretudo, fazer amizades no campo dos games. Como me apresento em meu perfil, sempre foi meu sonho tocar projetos assim, e continua sendo.

 Finalizando, agradeço ao PedroX por reativar esta seção, que eu nem sabia que existia. Sou da fornada de 2010/2011, e me exponho aqui para encorajar novatos a se apresentarem também. O segredo de uma boa convivência é começar do zero, ter prudência nas iniciativas, humildade nos discursos e reconhecer as hierarquias do fórum (elas existem sim).

 Boa noite!  formado 
avatar
Data de inscrição : 24/05/2013
Número de Mensagens : 105
Insígnias de JAM :

Insignia 1x 0 Insignia 2x 0 Insignia 3x 0
Reputação : 3

Prêmios
   : 0
   : 0
   : 0
Ver perfil do usuário

Re: Polosam - apresentação

em Sex 16 Maio 2014, 22:18
Nossa que historia amigo Samuel parei para ler cada letra, por esses dias com suas contribuições em meus projetos, sempre te vi como uma pessoa muito inteligente, e essa historia sua só confirma uma tese minha de que o que você é hoje é um reflexo das suas iniciativas lá traz, da vida humilde do contato com as coisas que nos dias atuais ja nem existem, porque querendo ou não, a tecnologia por ser util, tem seu lado ruim, porque tem tornado muitas pessoas aleijadas, de força de vontade e de criatividade,e parte disso se conquista fazendo coisas das mais simples que existe, sei que aqui nesse fórum trocamos conhecimentos, eu por exemplo não sei quase nada, tanto que se você olhar do lado não tenho medalhas, quase nada de pontuação, mas acredito no meu potencial, e isso quem faz somos nos com a ajuda de pessoas assim como você amigo Valeu
avatar
Ranking : Nota B
Notas recebidas : B
Data de inscrição : 28/03/2010
Número de Mensagens : 901
Insígnias de JAM :

Insignia 1x 0 Insignia 2x 0 Insignia 3x 0
Reputação : 17

Prêmios
   : 0
   : 0
   : 0
Ver perfil do usuário

Re: Polosam - apresentação

em Sex 16 Maio 2014, 22:59
Boa noite Sr Polosan. Interessante conhecer melhor de um membro que já em minha opinião, tem atributos suficientes para um cargo alto no fórum (e fora dele também, profissionalmente falando). 
Legal também a questão de sua posição para questões mais transcendentais (talvez pelo fato de sua vivência religiosa, instrução educacional e "bagagem" que a vida naturalmente nos proporciona). E acho melhor ainda essa preocupação com a postura, questões de cordialidade,ética,respeito e gramática. Very Happy  (sei que acabo sempre sendo redundante em alguma parte)
De qualquer modo, boa sorte rapaz. Cool
avatar
Data de inscrição : 23/04/2012
Número de Mensagens : 130
Insígnias de JAM :

Insignia 1x 0 Insignia 2x 0 Insignia 3x 0
Reputação : 7

Prêmios
   : 0
   : 0
   : 0
Ver perfil do usuário

Re: Polosam - apresentação

em Sab 17 Maio 2014, 06:09
grande Polosam..., isso resume minha vida em quase tudo Very Happy , sou da sua mesma religião e etc..., crescendo do mesmo jeito que você, e por pura cagada de cearense hoje tenho um pc para desfrutar mais da maravilha que é programar Very Happy . boa sorte na sua vida tanto social quanto virtual, desejo paz e saúde para ti, flws Happy
Conteúdo patrocinado

Re: Polosam - apresentação

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum