Industria nacional de jogos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Industria nacional de jogos

Mensagem por Neutral em Seg 23 Abr 2012, 17:24

Então pessoal, isso é uma reflexão minha sobre o desenvolvimento de jogos no Brasil. Minha sincera opinião? Está uma bosta. O pessoal ve notícias por toda a parte dizendo "O desenvolvimento de jogos no Brasil está crescendo", "Os brasileiros são a bola da vez no mundo dos video-games". Mas afinal, onde estão os tais jogos?

O cenário nacional parece investir apenas nos malditos advergames, ou seja, "jogos" com o objetivo de fazer publicidade à alguma marca. E eu coloquei "jogos" entre aspas pois realmente não considero um advergame um jogo. Pra mim se as características que deveriam ser primárias (jogabilidade, audiovisual, diversão) são deixadas em segundo plano para tornar a publicidade o objetivo principal, não tem como chamar isso de jogo. As palestras, oficinas e cursos sobre o assunto também parecem ter mais foco em formas de publicidade do que no desenvolvimento de jogos em si.

Os jogos nacionais que raramente saem pra Mobiles (iOS, Android), Live, ou mesmo PC, são em geral de qualidade bem inferior aos estrangeiros possuindo má visibilidade no mercado. Os desenvolvedores brasileiros que realmente são bons e querem investir na área vão para o exterior.

E como isso afeta a nós, simples desenvolvedores independentes? Simples, o que percebo é que de uns tempos pra cá, seja por esses fatores ou diversos outros, os jogos brasileiros se tornaram muito mau vistos no exterior. Não mais por serem ruins, mas pelo simples fato de serem brasileiro, e se você pretende comercializar jogos fora do país (em serviços como o steam por exemplo), é bom se preparar. Digo isso porque realmente já vi casos de jogos nacionais de ótima qualidade não serem aceitos em lojas virtuais, onde o motivo era visivelmente esse certo preconceito que o estrangeiro criou sobre o país (preconceito pelo qual realmente não posso os culpar).

Neutral

Ranking : Nota A
Número de Mensagens : 268
Data de inscrição : 16/10/2011
Notas recebidas : A
Reputação : 7
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 1 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 0
   : 0
   : 0

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por Tiger em Seg 23 Abr 2012, 17:38

Concordo com o que você disse, bom realmente tem muitos jogos brasileiros que ficaram somente na publicidade, como por exemplo estive procurando por Toren, nunca vi disponibilizar uma demo do jogo na internet, e também tem esses novos aparecendo também, Xilo e Dungeoland. O Toren se não me engano foi o vencedor do ano passado, num concurso de games e nem sei se eles estão vendendo e por isso não esta disponibilizando o jogo para ser jogado ou ainda esta em desenvolvimento e por isso só deixo disponível para o concurso. Voltando ao assunto, acho que realmente os jogos brasileiros ta meio que deixando a diversão em segundo plano, publicidade só deixa mais a vontade e que acaba ficando algo assim só na imagem, e essa de nomes de brasileiros no mundo a fora não sabia que tinha esse tal "preconceito".

Tiger

Ranking : Nota C
Número de Mensagens : 852
Idade : 23
Data de inscrição : 26/09/2009
Notas recebidas : D+C+A
Reputação : 8
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 0
   : 0
   : 2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por The Wizard em Seg 23 Abr 2012, 18:03

Concordo, não é difícil perceber que os Apps brasileiros para Moblies são horríveis e fazem de tudo para tirar dinheiro da população,tudo se baseia no jeitinho brasileiro,tentar tirar proveito de tudo,o jogo sai um bosta cheia de propagandas e diversos comercias,tem razão,é assim que é a realidade,infelizmente no momento não podemos fazer nada

The Wizard

Ranking : Nota B
Número de Mensagens : 1129
Idade : 18
Data de inscrição : 24/03/2010
Notas recebidas : B
Reputação : 17
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 0
   : 0
   : 1

http://awesomewizards.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por luan.alc em Seg 23 Abr 2012, 21:17

É radicalizar de tal forma, não, mas podemos fazer nossa parte, cada vez mais melhorando nossos trabalhos, cada vez mais, tentando subir na mídia, quem sabe um dia somos nacionalmente conhecidos e mudamos um pouco esta historia dos games brasileiro... sei que não é fácil ! pra pra tudo tem uma solução !

luan.alc

Ranking : Nota B
Número de Mensagens : 293
Idade : 20
Data de inscrição : 13/03/2012
Notas recebidas : B
Reputação : 3
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 0
   : 0
   : 1

Voltar ao Topo Ir em baixo

Não posso concordar totalmente

Mensagem por kappyh em Seg 23 Abr 2012, 21:58

Desculpe,mas vou ter que discordar em partes de você.
Quando entrei no primeiro curso que fiz voltado para jogos não existia indústria de games no Brasil a não ser a para produção de advergames,que sim,são considerados games pois são lecionados em todos os cursos de graduação que conheço,tanto dentro quanto fora do país (não estou defendendo e muito menos trabalho com isso).Com o avançar do curso percebi que pequenas empresas de games começaram a sugir,produzindo games para mobile.Foi o primeiro passo.Afinal,aqui no Brasil o custo de software é altíssimo e a indústria de games como você sabe é de alto risco,muitas empregas que começaram produzindo games mobile faliram e poucas sobreviveram.Com tempo vi o curso de jogos ganhar destaque em sites voltados para os estudantes escolherem o curso,faculdades começaram a formar equipes de professores para preparar profissionais.Tudo isso pra que?
Hoje eu vejo diversos fóruns relacionados a arte para games e programação voltados par ao desenvolvimento profissional,oferecendo vagas para a área.Agora a ACIGAMES criou um portal para cadastro de profissionais brasileiros para que se canditatem a vagas na indústria nacional.Vejo faculdades como a PUC fazer diversas palestras sobre produção de games e agora competições para incentivar estudantes e desenvolvedores a mostrar sua cara para o mundo.A empresa de um de meu professores foi convidada para participar da GDC este ano,vi outras duas empresas que eram voltadas para publicidade produzirem um game rpg para IPAD que não vejo a hora de estar pronto pois supreendeu!Participo de diversos canais profissionais relacionados jogos,e nosso único problema é o mesmo de todos os outro empresários: impostos.
O governo não incentiva nenhuma indústria nacional.NENHUMA! A única coisa que recebe incentivo é a exploração a população.
Enfim,vou resumir: Empresas surgindo para criação de jogos mobile brasileiras já estão recebendo incentivo das grandes para produzir games para por exemplo: Nintendo 3Ds.
Não vou ficar falando muito aqui.Mas se você acompanharem bem mais,vão ver um crescimento timido,porém que está acontecendo.Já temos algum respeito como profissionais fora do país. Smile
Esses dias mesmo a tão críticada "Globo" mostrou uma reportagem destacando os brasileiros que estão estudando para serem Designer de Games.
Não vamos desanimar.Ninguém vence sem lutar,e essa é luta que pertence a todos que querem que este país tenha nome e reconhecimento internacional na área de Jogos.
Desculpem caso eu tenha dito muita besteira,mas foi um tipo de desabafo também.

Alguns links:
http://www.acigames.com.br/
http://www.bestcoolfungames.com/
http://www.qubyteinteractive.com/site10/
http://globotv.globo.com/globo-news/globo-news-ciencia-e-tecnologia/v/brasileiros-sao-destaque-no-mercado-mundial-de-games/1875640/
http://labs.maya.im/

Tem outros mas não estou no meu PC,eu geralmente salvo em favoritos envergonhado





kappyh

Número de Mensagens : 25
Idade : 25
Data de inscrição : 16/04/2012
Reputação : 1
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 0
   : 0
   : 0

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por Arkd em Seg 23 Abr 2012, 22:11

concordo, nao sei se pode-se considerar, mas a GameLoft que faz games para java, ios e android, tem um studio em sp, e a UbiSoft, fundadora da GameLoft, chegou a construir um studio aqui no brasil, mas que nao deu muito certo, e acabou falindo ( o studio daqui ), mas a UbiSoft faz sucesso na frança e nos eua

Arkd

Número de Mensagens : 291
Idade : 18
Data de inscrição : 03/04/2012
Reputação : 1
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 0
   : 0
   : 0

http://www.arkadesgames.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por Joton em Ter 24 Abr 2012, 02:30

Um mercado brasileiro de jogos com produções para o Brasil é inviável, os únicos mercados que se sustentam são dos americanos e japoneses, porque é algo cultural deles, videogame já essencial para o publico de 30 anos para baixo, assim como geladeira ou forno microondas.

Fala de industria de jogos ainda é algo muito longe, talvez daqui à 15, 20 anos, quando essa geração tiver economicamente ativa, aí sim vejo um médio mercado. Para um país que há 10 anos atrás nem sabia o que era computador direto, ainda tá muito verde para desenvolvedores de jogos.


O único jeito de tentar fazer algo é para o exterior, não é atoa que os pequenos desenvolvedores daqui fazem isso, porque é o único jeito de ganhar alguns tostões.

Não adianta chorar amiguinhos, a vida é assim mesmo cruel computador

Joton

Ranking : Nota B
Número de Mensagens : 836
Idade : 28
Data de inscrição : 25/07/2010
Notas recebidas : A+B+C
Reputação : 5
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 2
   : 0
   : 0

http://jotonsn.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por CodemonkeyVoid() em Ter 24 Abr 2012, 20:20

Pouco tempo atrás li uma entrevista com um desenvolvedor nacional que havia fundado uma pequena softhouse e estava publicando trabalhos na Live.

A principal "desculpa" do rapaz frente a péssima visibilidade dos jogos da empresa era que a Microsoft escondia os indies atrás de diversos menus e submenus.

Pois bem, podemos até concordar que tal prática ajudaria na falta de exposição dos títulos, mas seria mesmo este o problema? A resposta é NÃO!

Ao ver um vídeo de gameplay do tal jogo cheguei a ficar em dúvida se aquilo não se tratava de uma brincadeira... sinceramente era bisonho (não há palavra melhor pra descrever).

Um amontoado de sprites em Flash misturadas com 3D pré-renderizado de baixíssima qualidade, áudio que mais parecia sample de forró gospel e uma proposta de dar nojo - um space shooter inovador onde a nave não atira - (esta frase era exibida como um anúncio de promoção das Casas Bahia durante o gameplay).

Conclusão: Não adianta ter formação, recursos e mercado aquecido se hoje qualquer produção digna de "meu primeiro jogo" em algum forum internet afora é vendido como "indústria Brasileira dos jogos".

CodemonkeyVoid()

Número de Mensagens : 144
Idade : 17
Data de inscrição : 15/04/2012
Reputação : 7
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0

http://www.apple.com/br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por Neutral em Ter 24 Abr 2012, 21:13

Pouco tempo atrás li uma entrevista com um desenvolvedor nacional que havia fundado uma pequena softhouse e estava publicando trabalhos na Live.

A principal "desculpa" do rapaz frente a péssima visibilidade dos jogos da empresa era que a Microsoft escondia os indies atrás de diversos menus e submenus.

Pois bem, podemos até concordar que tal prática ajudaria na falta de exposição dos títulos, mas seria mesmo este o problema? A resposta é NÃO!

Ao ver um vídeo de gameplay do tal jogo cheguei a ficar em dúvida se aquilo não se tratava de uma brincadeira... sinceramente era bisonho (não há palavra melhor pra descrever).

Um amontoado de sprites em Flash misturadas com 3D pré-renderizado de baixíssima qualidade, áudio que mais parecia sample de forró gospel e uma proposta de dar nojo - um space shooter inovador onde a nave não atira - (esta frase era exibida como um anúncio de promoção das Casas Bahia durante o gameplay).

Estaria falando desse jogo aqui?



Lembrei pelo super slogan que você havia mencionado xD

É...realmente decepcionante. Pior que foi vencedor do SBGames (ou algum concurso do gênero) como melhor jogo pra celular, algo assim... Só pra você ver o nível desses concursos.

Quando entrei no primeiro curso que fiz voltado para jogos não existia indústria de games no Brasil a não ser a para produção de advergames,que sim,são considerados games pois são lecionados em todos os cursos de graduação que conheço,tanto dentro quanto fora do país (não estou defendendo e muito menos trabalho com isso)

Eu não disse que não são considerados jogos, tanto que o nome é advergame. Disse que eu pessoalmente não considero de modo algum isso um jogo.

Sobre os cursos de desenvolvimento de jogos, os que conheço são em geral bem fracos. Um amigo meu por exemplo, fez (e se arrependeu bastante) uma vez um curso em que os professores eram formados em diversas áreas distintas (design gráfico, sonoplastia,...) mas não eram especializados em jogos.


Última edição por Neutral em Ter 24 Abr 2012, 21:24, editado 3 vez(es)

Neutral

Ranking : Nota A
Número de Mensagens : 268
Data de inscrição : 16/10/2011
Notas recebidas : A
Reputação : 7
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 1 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 0
   : 0
   : 0

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por CodemonkeyVoid() em Ter 24 Abr 2012, 21:17

Neutral escreveu:Estaria falando desse jogo aqui?
Exato, e pior, estava vendo a mais recente produção em andamento deles...



Anúncio escreveu:Primeiro Trailer do jogo Guardião, Desenvolvido pela Aiyra (empresa de jogos de Niterói -RJ) com financiamento da Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro.

A parte em negrito me faz ter náuseas. Tantos desenvolvedores amadores fazendo belos trabalhos e um pessoal desse calão ainda consegue financiamento do governo... pode isso Arnaldo?

Falando sério agora, como esperar que esse trabalho possa competir com indies estrangeiros e atrair bons olhos pra indústria nacional? Tudo que vejo ali são apelos visuais com referências gritantes a grandes clássicos e jogabilidade emburrecida pra atrair toda e qualquer faixa etária.

Fazendo um comparativo com os advergames, seria como produzir algo unicamente visando cobrir o máximo de tendências e modinhas possível, tentando desesperadamente maximizar lucros.

Na página da empresa encontrei ainda a seguinte frase:
A Aiyra acredita que os games independentes representam o alívio criativo desta indústria, e por isso apoiamos o movimento indie!
Chega a ser hilário citarem o alívio criativo quando o que apresentam é 1000% apelo comercial.

CodemonkeyVoid()

Número de Mensagens : 144
Idade : 17
Data de inscrição : 15/04/2012
Reputação : 7
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0

http://www.apple.com/br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por kappyh em Ter 24 Abr 2012, 23:20

Em livros de graduação em jogos ou especialização gosta a categoria Advergames,mas eu não vou ficar falando muito sobre isso.

kappyh

Número de Mensagens : 25
Idade : 25
Data de inscrição : 16/04/2012
Reputação : 1
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 0
   : 0
   : 0

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por CodemonkeyVoid() em Ter 24 Abr 2012, 23:56

kappyh escreveu:Em livros de graduação em jogos ou especialização gosta a categoria Advergames,mas eu não vou ficar falando muito sobre isso.
Como um camarada meu costuma dizer... Advergames são tão jogos quanto comerciais de margarina são cinema e jingles de loja de material de construção são música.

O que podemos entender disso? Assim como no cinema o comercial de margarina utiliza técnicas de luz, composição, transição e etc., mas em momento algum ele é pensado como arte. Seu único objetivo é vender o produto acima de qualquer circunstância.

O mesmo vale pro jingle da loja que tem refrão e rima mas nada visa além de ser decorado bestamente (o que temos visto também em certos ramos da música em si nos dias atuais, mas isso é outro assunto XD).

No caso do Advergame o que temos é basicamente uma propaganda interativa, algo que entretêm o consumidor por alguns instantes através de uma tarefa mínima (clicar em cima da bolinha que se move pros lados, etc.), propositalmente fácil e descompromissado pra que mesmo alguém que detesta jogos eletrônicos se sinta tentado a brincar.

Por este motivo que desenvolvedores da área não veem o Advergame como jogo e sim um spinoff comercial. Ele existe, e em mercados como o nosso ainda é dominante, mas não leva em consideração NENHUM conceito de Game Design e pode ser feito por qualquer pessoa que nunca na vida jogou videogame, desde que saiba programar alguns textos coloridos e objetos móveis clicáveis.

CodemonkeyVoid()

Número de Mensagens : 144
Idade : 17
Data de inscrição : 15/04/2012
Reputação : 7
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0

http://www.apple.com/br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por saim em Qua 25 Abr 2012, 08:49

Eu gostaria de saber mais como é a indústria do Advergame. Além do interesse comercial (claro que existe) eu quero saber como é a negociação. Porque o jogo tem que ser ruim? É em função do interesse dos produtores do jogo ou do anunciante?

Estou perguntando porque sempre que se fala em advergame eu me lembro do cool spot, um jogo pra SNES onde o personagem é uma tampinha de 7up (um refrigerante, pra quem não conhece). O jogo era muito legal, tanto que era muito bem vendido. Isso mesmo: vendido. Nós, jogadores, pagávamos pra jogar uma propaganda. Uma propaganda de um refrigerante que sequer era vendido aqui no Brasil (ou pelo menos em Belo Horizonte).

Quer dizer, quando há interesse, qualquer tema é motivo pra um bom jogo. Eu gostaria de saber quando foi que o interesse em criar bons jogos desapareceu na indústria dos advergames (ou se esse desinteresse é coisa de brasileiro). É prazo, é orçamento ou é outra coisa?

saim

Ranking : Nota B
Número de Mensagens : 2964
Idade : 38
Data de inscrição : 14/01/2011
Notas recebidas : C-D-A-B
Reputação : 121
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 1
   : 0
   : 3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por CodemonkeyVoid() em Qua 25 Abr 2012, 09:55

Bom saim, eu acredito que tais Advergames eram ""melhor trabalhados"" em função da mídia na qual eram veiculados, ou seja, consoles.

Na época se uma empresa tentasse vender uma propaganda interativa pra SNES com a mesma mecânica pobre que vemos nos Advergames online em Flash de hoje (por exemplo) os lucros seriam obviamente nulos.

Além disso o desenvolvimento de software pra esses aparelhos não era algo tão banal quanto um HTML5 é hoje, logo era necessário um profissional da área que fatalmente possuiria alguma experiência anterior com jogos reais.

Quanto ao motivo de serem "ruins", creio que seja em boa parte pelo total descaso com os conceitos de Game Design. Não que sejam feitos assim pra serem assim, mas é uma questão de viabilidade comercial... o empresário/etc. que encomenda o trabalho não dá a mínima pro contexto, planejamento de fases, desafios, recompensas. Tudo que ele quer é que sua marca seja vista!

Não seria ainda problema de orçamento pois o dinheiro que gira em torno de publicidade e propaganda é muito alto. Pra se ter uma ideia um amigo meu que compõe trilhas musicais pra essa área orçou 3 faixas de pouco mais de 1min de duração por quase R$ 1.000,00 e foi aprovado.

Por fim, acho que um bom exemplo deste descaso que citei seria a maneira como tais produções são remendadas pra se adequarem as diferentes formas de publicidade exibidas nos sites e afins.

Todo mundo já deve ter visto aqueles joguinhos de acertar a bolinha colorida no grupo de bolinhas acima, bem, se repararmos ele deveria ser jogado em uma área retangular devido a mecânica da jogabilidade, mas quando o espaço destinado a ele é por exemplo lateral (alto e fino) os produtores simplesmente "amassam" a tela até encaixar, sem nem ao menos pensar no quanto isso afeta a experiência do jogador.

CodemonkeyVoid()

Número de Mensagens : 144
Idade : 17
Data de inscrição : 15/04/2012
Reputação : 7
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0

http://www.apple.com/br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por Neutral em Qua 25 Abr 2012, 19:10

Acontece que o Cool Spot realmente proporcionava uma experiência para o jogador, diferente do que acontece hoje em dia. A mentalidade é mais ou meno a seguinte: Pra que pagar um desenvolvedor descente pra fazer um troço descente, se o objetivo é só divulgar a marca?

Neutral

Ranking : Nota A
Número de Mensagens : 268
Data de inscrição : 16/10/2011
Notas recebidas : A
Reputação : 7
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 1 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 0
   : 0
   : 0

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por Golpe Baixo em Qua 25 Abr 2012, 22:39

saim :

Eu gostaria de saber mais como é a indústria do Advergame. Além do interesse comercial (claro que existe) eu quero saber como é a negociação. 1. Porque o jogo tem que ser ruim? 2. É em função do interesse dos produtores do jogo ou do anunciante?

1. Acho que é para facilitar o desenvolvimento e que o orçamento final não seja tão caro, eles não se importam com o jogo e sim com a propaganda e o seu custo.

2. Bom, do meu ponto de vista acho que é de interesse de ambos. Os dois querem em entrar em um acordo ($) bom, o game em si fica em terceiro (nem segundo é) plano.

Eu gostaria de saber quando foi que o interesse em criar bons jogos desapareceu na indústria dos advergames (ou se esse desinteresse é coisa de brasileiro). É prazo, é orçamento ou é outra coisa?

Acho que são as três coisas - o prazo, o orçamento e a outra coisa que espero que alguém cite.



A indústria de jogos aqui se delimita muito aos Advergames por falta de capacidade do pessoal brasileiro. Muitos desenvolvedores de jogos saíram de cursos que ensinam somente a parte da programação e as vezes focam nos Advergames, o que tende levar este pessoal a desenvolver mais jogos com esta finalidade.


Golpe Baixo

Ranking : Sem avaliações
Número de Mensagens : 284
Data de inscrição : 01/10/2011
Notas recebidas : A
Reputação : 4
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 0
   : 0
   : 0

http://caiqueluzsilva.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por PedroX em Qua 25 Abr 2012, 23:31

Não seria falta de capacidade, mas sim de interesse.
Outro problema, não relacionado aos advergames, é que muitos veem certos jogos e aí estudam para fazer tipo um remake. Não sei ao certo se são todos, mas há quem use makers como RPG Maker ou Adventure Maker, que se baseia neles para fazer um remake do seu jogo preferido.

Como disse o CodeMonkey:
Quanto ao motivo de serem "ruins", creio que seja em boa parte pelo total descaso com os conceitos de Game Design. Não que sejam feitos assim pra serem assim, mas é uma questão de viabilidade comercial... o empresário/etc. que encomenda o trabalho não dá a mínima pro contexto, planejamento de fases, desafios, recompensas. Tudo que ele quer é que sua marca seja vista!

Acho que é essa a questão.

Até mais!

PedroX

Ranking : Nota C
Número de Mensagens : 6034
Idade : 21
Data de inscrição : 26/07/2008
Notas recebidas : C+B
Reputação : 286
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0
Prêmios
   :
   :
   :

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por Kabeção em Qui 26 Abr 2012, 01:09

Capacidade com certeza não é visto o estúdio MiniBoss e o projeto Luz e Escuridão.

Mas quem dirigiu a produção daquele "inovador" jogo de nave não sabia o que estava fazendo.
Os gráficos nem sequer pareciam ter sido feitos para o jogo.
E é incrível como a divulgação das atividades deles é grande até mesmo por possuírem alguns jogos premiados e encomendas de advergames.

Claro que o orçamento de um advergame é baixo em relação aos normais mas publicidade sempre foi extremamente cara e freelancer para produzir arte e música não pedem pouco dinheiro.
Só para exibir um logo nos campos do jogo FIFA devem fazer contratos de patrocínio milionários.
Contratam até artistas famosos pra dizer que não precisam de artistas famosos na propaganda (essa última da Oi Razz ).

Duvido que empresários sérios pensem que propaganda ruim faz uma marca vender de um jeito ou de outro.

Para mim o problema é claro, não é capacidade ou orçamento, é descaso mesmo pela tremenda falta com os detalhes.
Em uma entrevista o artista que desenhou os gráficos de Lomax (grande jogo aquele, gameplay ótimo e muito bonito também),Henk Nieborg disse que precisava de prazos de entrega para para-lo ou continuaria a refinar os gráficos até não poder mais.
Foi uma entrevista muito boa que esta em português de uma revista, o cara hoje é um dos maiores artistas de pixel art no ramo e comentou bastante como foi que começou a carreira.

Pra quem se interessar está aqui: http://coregamer.web.simplesnet.pt/nieborg.htm

Kabeção

Ranking : Sem avaliações
Número de Mensagens : 2314
Data de inscrição : 08/06/2008
Reputação : 100
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 3
   : 0
   : 1

http://blackcapapps.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por CodemonkeyVoid() em Qui 26 Abr 2012, 11:19

Kabeção escreveu:Duvido que empresários sérios pensem que propaganda ruim faz uma marca vender de um jeito ou de outro.
O lance é que do ponto de vista deles, "não-jogadores", praticamente qualquer coisa que vc por lá pra rodar é válido.

Podemos ver isso na prática mostrando um joguinho bem banal (acertar a bolinha na cesta) pra uma pessoa leiga e dizer que nós que fizemos aquele jogo... a reação certamente será de espanto ou surpresa - "nossa que legal mano! comofas?".

Isso é natural pois aquele jogador não possui nenhuma expectativa de jogabilidade, desafio, diversão e etc., tudo que ele repara são talvez as cores vivas e os sons engraçados. Levando em conta que o público alvo dos Advergames é em geral consumidores do produto em questão e não consumidores de jogos, acaba que a necessidade de se ter um bom Game Design é nula.

CodemonkeyVoid()

Número de Mensagens : 144
Idade : 17
Data de inscrição : 15/04/2012
Reputação : 7
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0

http://www.apple.com/br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por saim em Qui 26 Abr 2012, 13:02

CodemonkeyVoid() escreveu:
Kabeção escreveu:Duvido que empresários sérios pensem que propaganda ruim faz uma marca vender de um jeito ou de outro.
(...)acaba que a necessidade de se ter um bom Game Design é nula.
Verdade. Se qualquer propaganda é uma boa propaganda e o consumidor do produto não tem motivo pra estar relacionado ao publico gamer, então realmente fazer um bom jogo fica parecendo um desperdício (de trabalho, dinheiro, tempo). Chega a parecer um pecado, mas sou obrigado a concordar que, nesse caso, jogos ruins são uma boa.
Cabe aos produtores de jogos convencer que um jogo que prenda a atenção do jogador pode ser uma propaganda mais eficiente. Convencer o anunciante que associar a imagem do produto ao bem-estar proporcionado por vencer o jogo é melhor que simplesmente mostrar a marca. Não sei que argumentos usar pra isso.
Ainda mais que um jogo minimamente desafiador corre o risco de associar a imagem do produto à frustração de não conseguir vencer o jogo. Uma forma de driblar isso seria um jogo em que sempre se vence, mas que jogadores melhores vençam melhor. Sei lá, um objetivo gradativo, resultados crescentes. Bom, muito bom, ótimo, excelente, perfeito.

E quanto aos jogos de VERDADE? Como as empresas brasileiras poderiam atingir o público local? Como é o perfil do publico gamer brasileiro? Existe essa informação?

saim

Ranking : Nota B
Número de Mensagens : 2964
Idade : 38
Data de inscrição : 14/01/2011
Notas recebidas : C-D-A-B
Reputação : 121
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 1
   : 0
   : 3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por Kabeção em Qui 26 Abr 2012, 16:02

@CodemonkeyVoid()
Realmente, você esta certo.

saim escreveu:E quanto aos jogos de VERDADE? Como as empresas brasileiras poderiam atingir o público local? Como é o perfil do publico gamer brasileiro? Existe essa informação?
Fora as propagandas de jogos (que parecem ser vendas ilegais e duvidosas) para mobile na TV, quase não veja estúdios brasileiros tentando atingir o público aqui, se focam principalmente em distribuir ao mundo inteiro, ou seja, durante o desenvolvimento conclui-lo em inglês é fundamente, tradução em português só em segundo plano.

Kabeção

Ranking : Sem avaliações
Número de Mensagens : 2314
Data de inscrição : 08/06/2008
Reputação : 100
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 3
   : 0
   : 1

http://blackcapapps.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por Neutral em Qui 26 Abr 2012, 16:31

E quanto aos jogos de VERDADE? Como as empresas brasileiras poderiam atingir o público local? Como é o perfil do publico gamer brasileiro? Existe essa informação?

Vou ser bem franco na minha opinião. Se o cara realmente quer tentar vender o jogo, desenvolver só pra público nacional é perda de tempo. Pode parecer uma opinião idiota de minha parte, mas digo isso porque parece que o que ainda tem de coisa boa pra cá (sim, pouca coisa, mas tem) os brasileiros não valorizam. Isso mesmo, eu já vi excelentes trabalhos indies nacionais sendo desvalorizados pelo pessoal daqui. Se o próprio povo não ajuda, dúvido que a industria nacional um dia saia do ponto que tá hoje.

Neutral

Ranking : Nota A
Número de Mensagens : 268
Data de inscrição : 16/10/2011
Notas recebidas : A
Reputação : 7
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 1 Insignia 3 x 0
Prêmios
   : 0
   : 0
   : 0

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por CodemonkeyVoid() em Qui 26 Abr 2012, 17:34

Acho que isso é uma questão cultural mesmo. Lá fora existe muito ainda aquela visão do Brasil como o cenário do Blanka em Street Fighter II, ou do povo (brasileiro) em si como aquele lutador de um estilo meio "símio" vestindo folhas dos filmes do Van Damme.

Como o perfil do consumidor de jogos nacional é literalmente consumir sem se importar muito além, digamos que essa "má fama" acaba por contaminar nossa própria percepção da cena indie.

Juntando tudo isso à modinha dos gráficos ultra-realistas no qual a geração atual é formada, temos ai um momento bastante desfavorável pra se produzir algo alternativo visando o mercado interno.

CodemonkeyVoid()

Número de Mensagens : 144
Idade : 17
Data de inscrição : 15/04/2012
Reputação : 7
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0

http://www.apple.com/br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Industria nacional de jogos

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 22:07


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum