Histórias do Oeste

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Histórias do Oeste

Mensagem por Molinware em Sab 14 Abr 2012, 20:39

Capítulo I: Meu nome é Robert Crain

Cidade de Albama. Dia de ação de graças.

Willian Spencer: Senhor, temos que ir.
Robert Crain: Sim. Eu desço num instante.

Enquanto Robert se olha no espelho de seu quarto, lembra de quando era jovem. Seu pai, Harry Crain, saiu em uma noite chuvosa e nunca mais voltou:

Cidade Nova anos atrás:

Harry Crain: Filho, talvez seu pai demore para voltar, mas eu quero que você fique com o meu chapéu enquanto eu não volto. Você pode fazer isso pra mim?
Robert Crain: Posso, mas aonde você vai pai?
Harry Crain: Só preciso resolver uns problemas filho, Spencer cuidará de você enquanto não estou aqui.

Robert volta a realidade quando escuta Spencer.

Willian Spencer: Robert, não podemos mais esperar.
Robert Crain: Está certo, vamos...

Diz Robert enquanto desce as escadas com Spencer.

Robert Crain: Diga-me Spencer... Quem está organizando esse grande jantar?
Willian Spencer: Frank Rosenberg, você já deve ter ouvido falar nele.
Robert Crain: Ele tem uma grande quantidade de terras ao norte de Albama, estou certo?
Willian Spencer: Está certo Robert.

Nessa hora os dois entram na Carroagem.

Willian Spencer: Breve chegaremos na casa do Senhor Rosenberg, mas devo avisar-lhe que ele está estranho ultimamente.
Robert Crain: Ele fala sobre assassinos que vão aparecer de madrugada e levá-lo um dia
desses. Algo do genêro.

Robert rapidamente se lembra de um livro que leu quando criança.

Robert Crain: Rosenberg fala o motivo para os assassinos virem atrás dele?
Willian Spencer: Robert, você não acredita nisso não é mesmo? O mais provável é que Rosenberg tenha enlouquecido.
Robert Crain: Não... Claro que não...

Capítulo II: Ação de Graça

Robert e Willian chegam a uma casa branca, enorme, com um salão bonito e cheia de pessoas.

Mordon: Bem vindos! Meu nome é Mordon. Deixe-me pegar seus casacos.

Enquanto Mordon pega os casacos Robert repara na quantia de pessoas que estão na casa.

Robert Crain: Eu pensei que essa fosse uma janta particular.
Willian Spencer: E é uma janta particular, apenas a alta sociedade da região está aqui.
Robert Crain: Então, o que fazemos aqui?
Willian Spencer: Não comece com suas gracinhas agora.
Robert Crain: Quero dizer, não somos ninguém comparados a essas pessoas.
Willian Spencer: Rosenberg era amigo pessoal de seu pai, e disse ter assuntos a falar com você.
Robert Crain: Amigo do meu pai...

Enquanto conversam uma mulher jovem e morena chega perto deles.

Craisla Rosenberg: Então, você é o famoso Robert.
Willian Spencer: Robert, essa é Craisla a filha mais nova do Senhor Rosenberg.
Robert Crain: Prazer em conhece-la senhorita Rosenberg.
Craisla Rosenberg: O prazer é meu Robert. Spencer, meu pai deseja falar com você em particular no escritório dele.
Willian Spencer: Tudo bem. Nos encontramos depois Robert.
Craisla Rosenberg: Então, me concede essa dança?
Robert Crain: Claro senhorita Rosenberg.
Craisla Rosenberg: Por favor, me chame de Craisla. Agora me diga uma coisa, você conheceu seu pai.
Robert Crain: Apenas quando eu era mais novo, eu...
Craisla Rosenberg: Quero dizer você realmente conheceu seu pai?
Robert Crain: O que você quer dizer?

Logo após Robert fazer essa pergunta a Craisla as luzes se apagam e dinamites começam a estourar por todo o salão. Robert pega na mão de Craisla e tenta tira-lá da casa sem ferimento. Quando finalmente conseguem sair, um homem com a roupa e o chapéu pretos aparece apontando uma arma para eles e Robert ligeiramente tira seu revolver e aponta para o homem.

Homem com roupa preta: Eu só quero a garota, você pode ir.
Robert Crain: Desculpe, mas isso não vai acontecer.
Homem com roupa preta: Acho que você não entende a gravidade da situação.
Robert Crain: Eu entendo, mas isso não vai fazer com que eu deixe você leva-lá.

De repente alguém chega por trás de Robert e lhe atinge na cabeça, fazendo com que ele fique inconsiente.

Capítulo III: Procurando Respostas (25/04/2012)


Última edição por Molinware em Ter 17 Abr 2012, 17:13, editado 3 vez(es)

Molinware

Ranking : Nota B
Número de Mensagens : 234
Idade : 25
Data de inscrição : 18/11/2011
Notas recebidas : C + C + D + B+ A + A
Reputação : 11
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 0

http://molinware.net23.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Histórias do Oeste

Mensagem por theguitarmester em Sab 14 Abr 2012, 21:52

boa a história, mas no final começou a ficar meio enrolada, não entendi direito.

theguitarmester

Ranking : Sem avaliações
Número de Mensagens : 1908
Idade : 21
Data de inscrição : 28/02/2012
Notas recebidas : B
Reputação : 80
Insignia 1 x 0 Insignia 2 x 0 Insignia 3 x 1
Prêmios
   : 2
   : 2
   : 1

http://guitarmester.no.comunidades.net/index.php?pagina=19362978

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum